domingo, 24 de maio de 2015

A família de Deus

“Assim , já não sois estrangeiros e perseguidos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus; edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular; no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para santuário dedicado ao Senhor, no qual também vós juntamente estais sendo edificados ao Senhor, no qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito”...(Efésios 2.19-22).”

A igreja existe em, através de e por causa de Jesus Cristo. Nesse sentido, é uma realidade distintiva do Novo testamento. Todavia é, ao mesmo tempo, uma continuação – através de uma nova fase da história redentiva – de Israel, a semente de  Abrãao, povo da aliança com Deus nos tempos do Antigo Testamento. A nova aliança sob a qual a Igreja vive(ICor 11.25; Hb 8.7-13) é uma forma de relação por meio da qual Deus a uma comunidade escolhida: Tomar-vos-ei por meu povo, e serei  vosso Deus.(Ex 6.7; Jr 31.33). Tanto a continuidade como a descontinuidade entre Israel e a Igreja refletem essa mudança na forma da aliança que teve lugar na vinda de Cristo.
                                   
O Novo Testamento define a igreja em termos do cumprimento das esperanças e modelos do Antigo Testamento através de uma relação com todas as três pessoas da divindade, efetuada pelo ministério mediador de Jesus Cristo
                                     
A igreja é vista como a família de Deus. (Ef. 2.19; 3.15; 4.6); Noiva de Cristo.Mt9-15; Ef.5.23; IICo 11.2, Jo. 3.29) e habitação do espírito Santo. (ICor 3.16; Ef. 2.22).
                                                                     
Rev. Oséas Barreto Velasco

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Organização e Doutrina da Igreja Presbiteriana do Brasil

O Que é a IPB
(Organização e Doutrina da Igreja Presbiteriana do Brasil)




A IPB é uma federação de Igrejas locais, que adota como única regra de fé e prática as Escrituras Sagradas do Velho e Novo Testamento e como sistema expositivo de doutrina e prática a sua Confissão de Fé e os Catecismos Maior e Breve. A IPB compartilha com as demais igrejas as doutrinas que caracterizam os evangélicos e se distingue delas nos pontos a seguir.

1) É uma Igreja presbiteriana, isto é, seu sistema de governo é baseado em concílios que se relacionam hierarquicamente entre si e que são compostos por presbíteros e pastores, homens cristãos qualificados que são eleitos por suas igrejas locais e concílios regionais como representantes aos concílios maiores.

2) É uma igreja calvinista, que adota os chamados “Cinco Pontos do Calvinismo” sobre a salvação do pecador. Estes pontos não foram elaborados por João Calvino, mas por seguidores dele e são estes:

a) Depravação Total – por causa de seu estado de pecado, culpa e corrupção, o ser humano é espiritualmente cego, surdo, mudo, impotente, e morto em seu pecado, insensível à graça de Deus. Se Deus não tomar a iniciativa, infundindo-lhe a fé salvadora, e fazendo-o ressuscitar espiritualmente, o homem natural continuará morto eternamente. Se deixado à sua escolha, o ser humano é incapaz, por si, de escolher a Deus e de ter fé salvadora em Cristo.

b) Eleição Incondicional – Deus não tem a obrigação de salvar ninguém, nem homens nem anjos decaídos. Resolveu soberanamente salvar alguns seres humanos e torná-los filhos adotivos quando eram filhos das trevas, e deixou as demais entregues às suas próprias paixões pecaminosas. A salvação é efetuada totalmente por Deus. A fé, como a salvação, é dom de Deus ao homem, não do homem a Deus.

c) Expiação Limitada ou Eficaz – Cristo morreu na cruz para redimir Seu povo, não para tentar redimi-lo. Ele morreu pelo mundo apenas no sentido de que sua morte seria suficiente para salvar toda a humanidade. Ele morreu eficazmente somente pelos eleitos. Assim, embora ele tenha aberto a porta da salvação para todos, só os eleitos querem entrar, e efetivamente entram.

d) Graça Irresistível – Embora os homens possam resistir à graça de Deus, ela é, todavia, infalível: acaba convencendo o pecador eleito de seu estado depravado, convertendo-o, dando-lhe nova vida, e santificando-o.

e) Perseverança dos Salvos – Nada há no homem que o habilite a perseverar na obediência e fidelidade ao Senhor. O Espírito é quem persevera pacientemente, exercendo misericórdia e disciplina, na condução do crente.

3) É uma igreja reformada, que adota os chamados cinco pilares da Reforma protestante do século 16, normalmente identificados por palavras latinas, não tão difíceis de compreender: Sola Scriptura, Sola Gratia, Sola Fide e Solus Christus:

a) Sola Scriptura, significando que somente as Escrituras providenciam a fonte do nosso conhecimento religioso, das coisas espirituais cujo conhecimento é essencial à compreensão da vida.

b) Sola Gratia, significando que somente a Graça de Deus é a origem da nossa salvação, conforme já indicamos acima.

c) Sola Fide, significando que somente a Fé é o meio pelo qual nos apropriamos da salvação efetivada por Cristo Jesus para o seu povo. Se a iniciativa da salvação é a graça de Deus, a Fé representa a resposta a essa iniciativa.

d) Solus Christus, significando que somente Cristo é a base da nossa salvação. Somos salvos somente pelos méritos e pelo sacrifício de Cristo e não com base em qualquer outra situação ou ação humana.

e) Soli Deo Gloria – Glória a Deus somente, significando o propósito da existência de nossas pessoas e de tudo o que temos ao nosso redor. Deus fez todas as coisas para sua própria glória e nos enquadramos em nossa finalidade e encontramos a felicidade quando abraçamos esse ensino em nossas vidas.

4) É uma igreja evangelizadora, que tem por fim prestar culto a Deus, em espírito e verdade, pregar o Evangelho, batizar os conversos, seus filhos e menores sob sua guarda e ensinar-lhes a guardar a doutrina e prática das Escrituras do Antigo e Novo Testamentos. A IPB tem cerca de 800 mil membros, quatro mil pastores e 3.500 igrejas, e tem sob sua jurisdição centenas de escolas e a Universidade Presbiteriana Mackenzie com 45 mil alunos. Em 2009 a IPB comemorou 150 anos de presença em solo brasileiro e os 500 anos do aniversário de João Calvino, líder da Reforma protestante do século XVI, cuja visão teológica orienta a IPB.

Augustus Nicodemus Lopes

A inspiração da Palavra de Deus

A inspiração da Palavra de Deus

1 – É divina – A palavra de Deus não foi escrita por homens dotados de gênio e força intelectual especial como Sócrates, Platão, Camões, Rui Barbosa e outros gênios do mundo. Os escritores reivindicaram que era Deus quem falava através deles(II Sm 23.2; At. 1.16; IPe 1  

2 –Única – Não  é a mesma que hoje nos vem quando oramos, pregamos, etc. Porque este tipo de inspiração o Espírito Santo pode conceder maior conhecimento e percepção espiritual  ao crente à medida que este se consagra e pode ser permanente, ao passo que a dos escritores da Bíblia não admite graus. Ele era inspirado e sua inspiração era temporária. Várias vezes  encontramos esta expressão: “Veio a mim a Palavra do Senhor”.

3 – Viva – Os escritores não foram  “máquinas” que escreveram sem qualquer noção de mente e raciocínio. Deus não os usou como robô, mas usou suas faculdades mentais.

4 – Completa – A Bíblia não contém a Palavra de Deus, ela é Palavra de Deus. Ela mesma afirma isso(II Tm 3.16). O Senhor Jesus aplicou o termo “A Palavra de Deus” a todo Antigo Testamento, e quanto ao Novo Testamento os textos de Jo 16.12 e Ap. 22. 18 e 19. 

5 –Verbal – Refuta a teoria de que Deus  havia inspirado os pensamentos dos escritores mas não as palavras. A ênfase bíblica está não nos momentos inspirados e sim nas palavras . Hb1.1: II Pe 1.21. Um pensamento é uma palavra antes de ser proferida.

                                        Reverendo Oséas Barreto Velasco

domingo, 3 de maio de 2015

O ministério da Palavra

                                                                  O ministério da Palavra

 I – Autenticação da Palavra de Deus

 1 – A perfeita harmonia e unidade da Bíblia

Os seus 66 livros foram escritos por cerca de 40 escritores, entre reis, profetas, criadores de gado, funcionários públicos, pecadores, generais, poetas, estadistas, teólogos etc. Num período de 16 séculos, viveram em lugares distantes, em circunstâncias e condições diferentes, no entanto a Bíbliaparece ter sido escrita por uma só pessoa. (II Pe 1.21).

2 – É sempre nova e inesgotável 

É o livro mais antigo do mundo. Em mais de 20 séculos e homem não pode melhorá-la.  O mundo de hoje se gloria de tanto  saber, entretanto,  não pode produzir uma Bíblia melhor. Nos seus milhares de anos de leitura, nunca foi esgotada por ninguém, mesmo os cérebros mais inteligentes.

3 – O testemunho do Espírito Santo no crente, quanto à Bíblia  

É impressionante notar que cada pessoa que aceita Jesus como Salvador, logo crê que a Bíblia é realmente o Livro de Deus.

4 – O cumprimento fiel das profecias 

O Antigo Testamento é, antes de tudo, um livro de profecias. Inúmeras profecias da Bíblia já se cumpriram no passado, outras  cumprem-se em nossos  dias e muitas ainda se cumprirão.
Daqui  para  a frente as profecias sobre o Messias, proferidas séculos antes do seu nascimento, cumpriram-se  literalmente com toda precisão divina( Is 7.14; 53; Jr 31.15; Ml 5.2;  Sl 22). Outro caso saliente nas profecias bíblicas é o da dispersão, retorno, restauração, e progresso material de Israel. Tudo está se cumprindo! (Is 66.6; Jr 16.15; ZC 11.17; Is 60.9).

                                                                             Reverendo Oséas Barreto Velasco

domingo, 29 de março de 2015

A Revitalização da igreja a partir do reavivamento pessoal

A Revitalização da igreja a partir do reavivamento pessoal


Com base no Salmo 51, descobrimos que o avivamento pessoal acontece quando reconhecemos a nossa fragilidade, nossa necessidade e a nossa prioridade. Talvez você esteja se perguntando: Mas, como o meu reavivamento  pessoal pode contribuir para a revitalização da igreja? A responsabilidade está no verso 13. “Então ensinarei os teus caminhos aos transgressores, para que os pecadores se voltem para ti”. A santificação pessoal redunda na conversão de pecadores; na condução de vidas aos pés de Jesus; na condução de transgressões ao perfeito caminho do Senhor. Como o fogo que se espalha a partir de uma fagulha, Deus vai revitalizando, transformando, avivando os que estão à nossa volta. Que o Senhor avive nossas vidas, pois assim seremos uma igreja revitalizada.

Quando vemos o pecado como ele  realmente é, nos vemos como realmente somos, e como precisamos confrontar, com prioridade nas nossas vidas, os nossos pecados com a luz de Cristo. Nossas Igrejas serão mais fortes quando os seus membros perceberem que a prioridade da vida cristã é um coração rendido no altar do Senhor. Sem reconhecimento, arrependimento e confissão não há purificação e perfeita reconciliação. Não havendo reconciliação não haverá comunhão.

Rev. Oséas Barreto Velasco

domingo, 22 de março de 2015

REVITALIZAÇÃO COM BASE BÍBLICA (continuação)

REVITALIZAÇÃO COM BASE NO Salmo 51 (continuação)

Após o reconhecimento de nossa fragilidade e nossa necessidade, temos de reconhecer a nossa prioridade.

Em continuação à reflexão sobre o avivamento pessoal e a revitalização da igreja, devemos considerar:

3 – O reconhecimento da nossa prioridade - Davi nos mostra, a partir do verso 13 do Salmo 51, e especialmente através dos versos 16 e 17, qual deve ser a nossa prioridade. A conclusão a que ele chegou é que, maquiar nossas mazelas com uma pretensa religiosidade, não funciona: “Pois não te compraz em sacrifícios... e não te agradas de holocaustos” (v.16).

Foi este questionamento do povo, conforme Miquéias 6.6 e 7: “Com que me apresentarei ao Senhor?”. A resposta de Deus, através do profeta foi clara: “Ele te declarou, ó homem o que é bom e que é o que o Senhor pede de ti: Que pratiques a justiça e ames a misericórdia, e ande humildemente com o teu Deus” (Mq. 6.8).

Os sacrifícios não são suficientes: Não podemos nos esconder atrás das cortinas dos templos. Aliás, elas já foram rasgadas de alto a baixo; e quem não trilhar o vivo e novo caminho, aberto pelo sangue de Cristo Jesus, que nos purifica de todo o pecado; Quem não se dobrar e arrependido suplicar pelo perdão; Quem não confessar seus pecados e deixá-los, não achará graça em tempo oportuno.

Esta deve ser a vossa prioridade: “Coração compungido e contrito” (v.17). Esses são os verdadeiros sacrifícios que agradam a Deus. Essa deve ser a atitude de quem deseja ter uma vida revitalizada diante do Senhor.

Rev. Oséas Barreto Velasco

sábado, 21 de março de 2015

Culto Especial de Páscoa - 05 de abril


Culto Especial de Páscoa - 05 de abril de 2015

Chá Missionário - 18 de abril de 2015


Chá Missionário - 18 de abril de 2015
18 horas

Palestra sobre Educação Financeira na Família


29 de março de de 2015
09 horas 

sábado, 14 de março de 2015

REVITALIZAÇÃO COM BASE BÍBLICA (continuação)

REVITALIZAÇÃO COM BASE BÍBLICA (SALMOS 51.1-6) –(continuação)

Na busca do avivamento pessoal, com vistas à revitalização da igreja, aprendemos com Davi, no Salmo 51 que, além do reconhecimento da nossa fragilidade, é essencial:

2 – Reconhecimento da nossa necessidade: Diante de sua fragilidade, Davi reconheceu então a sua principal necessidade: Ele precisava de perdão; precisava da renovação de seu ser; precisava da revitalização espiritual; precisava de um avivamento na alma. Os versos de 7 a 12  mostram claramente isso. As palavras “renova” e “restitui-me” dão-nos a dimensão da necessidade de Davi e a certeza de que a sua queda foi momentânea, fruto de uma   ação inconsequente, e não do seu amor ao pecado. Por isso ele pediu uma ação  renovada do espírito em sua vida.

Se bem nos conhecemos, sabemos que isto é possível acontecer também conosco: Deixamos em alguns momentos da nossa vida, o pecado nos envolver, a apatia tomar conta, o vigor espiritual se esvair, a chama viva do espírito de Deus se apagar. Por causa da nossa natureza, somos atraídos pelo magnetismo do pecado e sugados pelos desejos e prazeres carnais(Rm 7.14-25). A oração de Davi serve como modelo para aqueles que perderam a alegria da salvação; aqueles que um dia andavam bem, mas que agora estão distantes do Senhor: aqueles que já vivenciaram momentos extraordinários na presença de Deus, mas que agora se estagnaram no caminho do desânimo.

Assim como Davi, precisamos buscar a Deus para termos nossas necessidades supridas. Cada um de nós precisa viver, para que a igreja continue  viva.” Temos  de viver para Deus, se desejamos ver a vontade do Senhor prosperar em nossas mãos”. Precisamos nos submeter a uma urgente  auto-análise  para detectar nossas necessidades e assim buscar com intensidade ao Senhor.

Rev. Oséas Barreto Velasco


domingo, 8 de março de 2015

REVITALIZAÇÃO COM BASE BÍBLICA

REVITALIZAÇÃO COM BASE BÍBLICA (Salmos 51.1-6)

À semelhança de Davi, devemos adotar algumas posturas fundamentais, a saber:

1 – Reconhecimento da nossa fragilidade. Davi, homem de Deus, grande rei, temido guerreiro, conquistador de nações e povos, apresentou-se diante do Senhor, desprovido de arrogância, mas, unicamente provido de humildade. Ele recorreu à graça de Deus, a fim de experimentar novamente as suas misericórdias, reavendo reconciliação com Deus. Em suas primeiras palavras, Davi se dirigiu ao senhor, dizendo: “Compadece-te de mim, Ó Deus” (v.1). O reconhecimento da nossa fragilidade é o primeiro passo para a consagração pessoal. O que somos nós diante da santidade de Deus? Nada! Isaías diz que “somos como o impuro – todos nós! Todos os nossos atos de injustiça são como trapo de imundícia. Murchamos como folhas, e como o vento as nossas iniquidades nos levam para longe” (Is. 64.6).

A santidade de Deus nos constrange, pois, revela que de fato somos. Davi teve essa consciência: “Conheço as minhas transgressões e o meu pecado está sempre diante de mim” (v.3).

Quando nos dirigimos a Deus, não podemos esquecer que somos, por natureza, pecadores (I Jo 1. 8-10).

O reconhecimento de nossa fragilidade nos impulsiona para uma postura humilde diante da santidade de Deus, suplicando misericórdia e perdão. Isto é revitalização, isto é reconciliação, isto é reavivamento, isto é renovação de comunhão com Deus.

Rev. Oséas Barreto Velasco

domingo, 1 de março de 2015

Unidade no corpo e diversidade de funções, como resultado da revitalização da igreja

Unidade no corpo e diversidade de funções, como resultado Da revitalização da igreja (Efésios 4.7-16)

A revitalização desperta a cada membro do corpo para agir segundo o propósito para o qual foi estabelecido. Em igrejas revitalizadas, o exercício dos dons espirituais cria um ambiente contagiante e frutífero. Sobre os dons, é importante compreender:

São expressões da graça de Deus – dons espirituais não se adquirem em congressos: nem em livrarias. Eles são dados pelo Senhor (4.7). E a palavra de Deus orienta os crentes a buscarem com zelo os melhores dons espirituais (I Cor 12.31).

São variadas, mas têm a mesma finalidade – Igrejas revitalizadas não são monótonas, pois a vida pulsa com intensidade, através da riqueza dos dons, sempre exercitados com um único propósito: “A edificação do corpo de Cristo” (4-12,13).

Devem ser exercidos em amor – o crescimento verificado em comunidades revitalizadas não

Prescinde do amor . . Não é um crescimento do tipo: custe o que custar. É por isso que Paulo orienta:” Seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo... (4.15,16).

É muito importante que todos compreendam que a Igreja não é um “salão de festas”, mas uma “oficina de trabalho”. É um lugar em que todos os crentes são chamados a descobrir e exercer os seus dons espirituais. Essa é a experiência natural de uma igreja que se abre para a revitalização operada pelo Espírito de Deus.

Rev. Oséas Barreto Velasco

domingo, 22 de fevereiro de 2015

IGREJA, POVO DA ALIANÇA

A igreja é uma comunidade instituída por Deus na Terra. Essa comunidade é o lugar onde o poder de Deus é manifestado para reconciliar as pessoas com o próprio Deus.

A igreja é um organismo onde o poder e a autoridade são exercidos segundo o padrão de Cristo.

A igreja de Éfeso é um exemplo de Igreja que, num primeiro momento mostra as marcas de vida na sua caminhada. Os primeiros capítulos da carta aos Efésios dirigidas por Paulo, contêm palavras positivas e votos de progresso no caminho que já estava sendo trilhado. Éfeso era uma igreja operosa, perseverante e que cultivava uma saudável ortodoxia. Mais tarde, porém, a pujante vitalidade demonstrada pela igreja já não era mais a mesma: “Tenho porém, contra ti que abandonastes o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras” (Ap. 2.4,5).

A igreja de Éfeso foi convidada pelo Senhor a dar início ao processo de revitalização. E esse convite é extensivo, hoje, às nossas comunidades também.

Na abordagem feita por Paulo nos capítulos 4,5 e 6 da Carta aos Efésios, ele apresenta marcas que autenticam a revitalização da Igreja. São elas:

1 - Paciência motivada pelo amor (4.2) – Na unidade produzida pelo Espírito, os crentes são habilitados a viver em paz, “suportando uns aos outros com amor”;

2 - Esforço em prol da unidade (4.3) Quando a revitalização é real, os crentes não ficam à espera de um ambiente propício para poderem desfrutar a unidade. Pelo contrário, movidos pelo Espírito, eles se esforçam de maneira diligente para criar tal ambiente;

3 - Submissão a Deus (4.5,6) – Na comunidade revitalizada, a unidade tem este sólido fundamento: “Um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, age por meio de todos e está em todos”.

Rev. Oséas Barreto Velasco

sábado, 21 de fevereiro de 2015

I Seminário Escola Dominical


































Professor preparado para cumprir e ensinar a Lei do Senhor

28 de Fevereiro de 2015 - 08:30 às 12:30
Igreja Presbiteriana Central de Senador Camará
Rua Antenor Ferreira, 50
Informações: 
Hélio Moulin Curti Junior - (21) 99368-4443 / (21) 3469-1565

domingo, 25 de janeiro de 2015

CARTA DE UM INIMIGO

Ontem eu te vi quando começava seu dia, acordou e nem se quer orou ao seu Deus. Ou melhor, durante todo dia você não orou, e nem se lembrou de abençoar sua comida. Você é muito ingrato para com seu Deus, e isso em você me agrada muito. Eu também gosto da enorme fraqueza que sempre demonstra no que diz respeito ao seu crescimento espiritual. Raramente lê a bíblia e quando faz está cansado, não medita no que lê, ora quase nada, além disso, muitas vezes diz palavras que não analisa. Por quase pretexto chega tarde ou falta ao estudo bíblico. E o que falar de suas murmurações? Temos assistido muitos filmes juntos, sem falar nas vezes que fomos juntos ao teatro. Lembra-se daquele dia da tua fraqueza com aquela linda pessoa? Ho!  Como foi bom! Mas o que mais me agrada é que você não se arrepende. E que sabe que é jovem e tem que aproveitar a vida, pensa só na carne e acredita que precisa ser salvo para eternidade. Não há duvida que você é um dos meus. Amo as piadas vergonhosas que você conta e também escuta. Você ri delas, eu também rio de ver um filho de Deus participando disso. O fato é que nos sentimos bem. A música vulgar e de duplo sentido que você escuta me agrada demais. Como você sabe os grupos que eu gosto de escutar? Também adoro quando você se revolta e murmura contra o seu Deus. Fico feliz quando vejo você dançando e fazendo estes movimentos sensuais, eles me fascinam. Como isso me agrada!!! Você quer encontrar comigo qualquer dia destes??? Certamente quando você esta se divertindo saudavelmente, fico triste, mas sem problema, sempre haverá outra oportunidade. Tem vezes que me faz coisas incríveis , quando da mal exemplo as crianças ou quando os autoriza para perderem a sua inocência , através da televisão, musicas ou coisa do gênero. Eles são tão espertos que imitam facilmente tudo que veem. Muito obrigado. O que mais me agrada é que poucas vezes tenho que te tentar, quase sempre cai por conta própria. Você busca os melhores momentos, se expõe a situações perigosas, me dando lugar! Se tivesse cabeça mudaria de ambiente e de companhias; buscaria a Deus e entregaria realmente sua vida aquele que você chama de Deus e, ainda mais viveria o resto dos seus anos sob a orientação do Espirito Santo. Não tenho o costume de enviar esse tipo de mensagem, mas você é tão acomodado espiritualmente que não acredito que vá mudar nada? Não me entenda mal, eu te odeio e não te dou a mínima. Se eu te busco é porque você me satisfaz com as tuas atitudes, e faz cair em ridículo a Jesus Cristo. Assinado teu inimigo que te odeia: SATANÁS OU COMO QUEIRA ME CHAMAR.                      

Presbítero Eliseu Rosa Filho

domingo, 22 de junho de 2014

EBF 2014: O Dono da bola


Jogue comigo nesta seleção

Chame todos os amigos por aí.
Contra o Pecado vou marcar um gol, a vitória Jesus garantiu depois do apito.
Marque 1, 2 ou 3 Vamos vencê-los juntos de uma vez.
Este é meu time não existe igual, até o apito final Jesus é o dono da bola,
Tá no meio do jogo
Seu time é campeão e joga para vencer de novo
Ele é o dono da bola, tá no meio do jogo
Seu time é campeão e joga para vencer de novo


Esperamos você para participar deste grande time em nossa EBF

Dia 04/07 - Sexta-Feira - 14:00 às 17:00 h
Dia 05/07 - Sábado        - 09:00 às 17:00 h
Dia 06/07 - Domingo     - 08:00 às 14:00 h

domingo, 8 de junho de 2014

Projeto Copa


Lutar por um objetivo faz parte da experiência humana. Mas nem sempre, ao final da luta, a vitória é alcançada. A derrota faz parte da experiência pela qual todos passamos na vida.

O esporte é uma das atividades humanas onde a vitória e a derrota estão naturalmente presentes.  

Estamos num momento em que a atenção de todo o País está voltada para a Copa do Mundo, evento este que é marcado pela busca da vitória. O fato de milhões de pessoas prestarem atenção neste evento mostra o quanto o ser humano se identifica com ele. 

Desta forma, no período de 15/06 a 27/07, nossa igreja estará focada em ensinar, através da linguagem própria dos esportes, mensagens que demonstram como o ser humano, em meio a tanta luta, esforço, competição e, por vezes , fracassos, pode obter uma  experiência da vitória junto de Deus.

Escola Bíblica Dominical

Dia   15/06:
Tema dos Adultos: Como ser atleta de Jesus
Tema dos Adolescentes: Bem vindo à equipe de Cristo
Tema das Crianças: O atleta de Cristo

Dia 22/06
Tema dos Adultos: Corrida para a vitória
Tema dos Adolescentes: O bom e o mau atleta
Tema das Crianças: O atleta de Cristo não tem medo da luta

Dia 29/06
Tema dos Adultos: Quem será o Campeão Mundial ?
Tema dos Adolescentes: Conheça o treinador da equipe de Cristo
Tema das Crianças: O atleta de Cristo sabe onde chegar

Dia 06/07
Tema dos Adultos: O gol da sua vida
Tema dos Adolescentes: Nosso adversário e suas armas
Tema das Crianças: O atleta de Cristo tem garra, confia no Senhor para lutar.

Dia 13/07
Tema dos Adultos: Os prêmios pela vitória
Tema dos Adolescentes: Vencendo obstáculos
Tema das Crianças: O atleta de Cristo tem a companhia de Deus ao seu lado

Dia 20/07
Tema dos Adultos: Características dos atletas que fazem parte da seleção de Cristo
Tema dos Adolescentes: As regras do jogo
Tema das Crianças: O atleta de Cristo veste a camisa

Dia 21/07
Tema dos Adultos: A grande decisão - um jogo de vida ou morte
Tema dos Adolescentes: Os cuidados do atleta
Tema das Crianças: Gincana do atleta vencedor

Cultos temáticos às 19 horas

Dia 15/06 - Alcançando a Vitória
Dia 22/06 - Paulo: Missionário até nos estádios
Dia 29/06 - A corrida da vida
Dia 06/07 - Não passe o jogo em branco: 3 atitudes que você precisa para fazer a diferença
Dia 13/07 - Uma corrida sem obstáculos ?
Dia 20/07 - Um amigo show de bola
Dia 27/07 - O segredo da Vitória

Contamos com você membro! Participe!

Você faz parte deste time no qual o técnico, Jesus, é quem faz toda a diferença!


domingo, 25 de maio de 2014

Falecimento de Neuza do Nascimento Ramos

Comunicamos o falecimento, nesta manhã, da irmã Neuza do Nascimento Ramos. O sepultamento será realizado amanhã, segunda-feira, às 09:30 no cemitério Jardim da Saudade de Paciência. Pedimos orações pelo conforto dos familiares.

domingo, 13 de abril de 2014

Celebrando a Páscoa


Celebrando a Páscoa
Culto da Ressurreição
20 de abril de 2014, às 19 horas


Igreja Presbiteriana Central de Senador Camará
Rua Antenor Ferreira 50 - Senador Camará
Rio de Janeiro - RJ

sábado, 23 de novembro de 2013

Um novo lar para os filhos do coração do Pai - Palestra em 15 de Dezembro


Por trás números e estatísticas, vidas sedentas de amor à espera de um novo lar. A grande questão que se impõe é essa: o que nós cristãos – eu e você – podemos fazer? Pode a Igreja de Cristo mudar essa realidade?

Adoção é muito mais do que uma realização ou uma boa ação, é um resgate de vida, um ato de amor .

Palestrantes : Assistente Social : Michele Barros
Pastor Paulo Henrique (I.P.B Correa)
Dia : 15/12 – 09:00
Traga 1 kit de higiene para doação
Realização : EBD/IPBCentral S.Camará

Adotados na Bíblia - Palestra em 15 de Dezembro

Você sabia que homens e mulheres relatados na Bíblia e que tiveram um papel importante na história, como Moisés, Ester e Jesus, foram adotados? E sabemos que nós, por meio de Jesus, também fomos adotados, recebendo o direito de tornarmos filhos de Deus, sendo Ele o primogênito de muitos irmãos.


Adoção é muito mais do que uma realização ou uma boa ação, é um resgate de vida, um ato de amor .

Palestrantes :
Assistente Social Michele Barros
Pastor Paulo Henrique (I.P.B Correa)
Dia : 15/12 – 09:00
Traga 1 kit de higiene para doação
Realização : EBD/IPBCentral S.Camará

domingo, 20 de outubro de 2013

7º Aniversário da Igreja Presbiteriana Central de Senador Camará

clique na imagem para ampliar

Louvor: Socorro Teles e Coral Lírios dos Vales

Mensageiros: 
Rev. João Batista (IPB Coelho Neto)
Rev. Wanderson (IPB Terra Brasil)
Rev. Noé Botelho (IPB Senador Camará - Emérito)
Socorro Teles

Dias 31 de outubro, 01, 02  e 03 de Novembro de 2013 - 19.30 h

Rua Antenor Ferreira, 50 - Senador Camará - Próximo a Praça do ponto final do ônibus 926.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Culto da Independência



Uma noite para marcar sua vida
Uma noite para marcar sua independência
Uma noite de libertação
Uma noite de mudança de cenário


08 de setembro de 2013
19 horas


Igreja Presbiteriana Central de Senador Camará
Rua Antenor Ferreira, 50 - Senador Camará
Rio de Janeiro - RJ

domingo, 21 de abril de 2013

Celebrando a :Famíia - 26 de maio, àsn19 horas.

O culto da família será o encerramento das comemorações do mês da família na Ipb Central Senador Camará - 26 de maio - 19 horas

Encontro da Família

 
Mês de maio é mês da família na Ipb Central Senador Camará estaremos abrindo o mês já no dia 01º de maio com um grande encontro da família no Sítio Santa Terezinha não falta e leve toda a sua família

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Tema Anual e Agenda para 2013 - Desafiando Gigantes



Tema Anual
DESAFIANDO GIGANTES

Abertura do Tema : 30 de dezembro – exibição do filme : Desafiando Gigantes

Os subtemas abaixo serão trabalhados nas reuniões de oração, mensagens, palestras e boletim

1º QUADRIMESTRE – DESAFIANDO GIGANTES PESSOAIS (JAN/FEV/MAR/ABR)
- Dificuldade Financeira
- Violência
- Doença
- Ansiedade
- Murmuração
- Amargura
- Ansiedade
- Medo
- Culpa
- Sentimento de abandono
- Insegurança
- Baixa autoestima

- 17/02 – manha – Palestra em comemoração ao dia da mulher presbiteriana - A Inserção da Mulher no Mercado de Trabalho
- 17/02  - noite  - Culto Dia do Homem Presbiteriano – Tema : Resgatando o papel do homem Cristão  
01/03 – Dia mundial de oração
03/03 – Passeio SAF Garatucaia
09 e 10/03 – Aniversário Coral
10/03 – Palestra - O papel da mulher cristã no cenário atual – desafios, valores e atitudes – EBD
16/03 – Aniversário 35 anos de Casamento Sonia e Valter  e Aniversariantes de casamento primeiro trimestre (comissão de casais)
17/03 Culto de Gratidão 35 anos de Casamento – Sonia e Valter
24/03 – Exibição de Filme Evangelístico
31/03 – Culto de Páscoa – 06 horas
31/03 – Noite – Cantata de Páscoa
07/04- Reunião de Liderança (EBD)
21/04 – Comemoração dia do Índio (Comissão de Missões)
28/04 – EBD Culminância projeto literatura


  QUADRIMESTRE (MAIO/JUN/JUL/AGO) – DESAFIANDO GIGANTES FAMILIARES
·         Desemprego (1º domingo e 1ª segunda feira tema reunião de oração de maio )
·         Educação de Filhos (2º domingo  e 2ª segunda feira e maio)
·         Comunicação (3º domingo  e 3ª segunda feira de maio)
·         Falta de perdão (4º domingo  e 4ª segunda de maio)
·         Casamento Misto (1º domingo junho)
·         Gravidez não planejada (2º domingo junho)
·         Sexualidade (3º domingo de junho)
·         Adultério/traição (4º domingo de junho)
·         Desagregação do senso de DEVER (1º domingo de Jul)


01/05 – Passeio Santa Terezinha – Comissão de Casais e família
19/05 – Culto Aniversário UMP
25/05 – Tarde  Alegre SAF (revelação filhos espirituais)
26/05 – Culto da Igreja Perseguida (manha)
26/05 – Culto de casais e família (noite)
05/06 – Aniversario Pastor – Comissão de Festas
14/06 – Jantar dos namorados – Comissão de Casais e família
15/06 – Retiro espiritual SAF (08 às 14)
15/06 - Festa do milho (19 horas) – comissão de festas
23/06 – 2ª Exibição filme evangelístico – EBD

30/06 – Culto da UMP
13/07 – Encontrão  das crianças no Redil
21/07 – Culto do Amigo – Comissão de Festas
11/08 - Exibição do filme “Corajosos” –(noite)
12/08 – Todos os núcleos na igreja (comemoração dia da IPB)
17/08 – Festa de Missões (durante o dia)
17 e 18/08 – Aniversário Ponto de Pregação
24/08 – Aniversário da SAF


  QUADRIMESTRE  (SET/OUT/NOV/DEZ) – DESAFIANDO GIGANTES NA IGREJA
·         Falta de comunhão
·         Desânimo
·         Falta de obreiros
·         Evangelização
·         Ação Social

 
07/09 – INPAR
08/09 – Culto da Independência – Nossa independência é Cristo -  Gálatas 2;20
15/09 – Passeio – Dia da EBD
21/09 – Passeio Casais
28/09 – 3ª Exibição – filme evangelístico
29/09 – Culto da UMP
12/10 – Passeio com as Crianças
31/10 a 03 /11 – Série de conferências aniversário da igreja
09/11 – Aniversário UCP
11/11 – Núcleos na igreja – Aniversário da SAF
17/11 – Culto – Proclamando o Reino – “Venha o seu Reino seja feita a sua vontade” Mt M 6:10 (Comissão de Festas)
20/11 – Passeio 3ª Idade
28/11 – Dia Nacional de Ações de Graças (Junta Diaconal)
29, 30 e 1/12 – Encontro de Casais
08/12 – Dia da Bíblia (EBD) 
08/12 – Dia Nacional da Família – Culto comissão de casais (noite)
14/12 – Natal das Crianças
21/12 – Cantata de natal ponto de pregação
22/12 – Cantata do Coral
28/12 – Exibição filme evangelístico
29/12 Culto da UMP

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

6º Aniversário da Igreja


Nossa Igreja está em festa! São seis anos de organização, que serão comemorados no final desta semana:
 

6ª-feira: dia 26 – Mensagem: Rev. Juarez Marcondes – Vice –Presidente do Supremo Concílio da IPB/Pastor da IPB em Curitiba
•    Participação Musical – Coral e Quarteto da Igreja em Pe. Miguel
 

Sábado: dia 27 – Mensagem: Rev. Paulo Ferreira – Pastor da IPB em Coqueiros
•    Participação Musical – Coral da Igreja em Coqueiros
 

Domingo: dia 28 – Mensagem: Rev. Carlos Alberto Castorino – Vice-Presidente do Sínodo Carioca/ Pastor da Igreja em Jardim Colorado
•    Participação Musical – Coral Levitas do Rei(Igreja Local)

O Governo da Igreja

O Governo da Igreja

A Igreja em seu aspecto visível, como agrupamento de pessoas associadas para fins religiosos, tem necessariamente algum governo, e esse governo há de assumir uma forma qualquer.

O governo consiste no exercício da autoridade por parte do elemento governante e na obediência a essa autoridade por parte do elemento governado.

A suprema autoridade reside no Senhor Jesus Cristo, que é “a cabeça do corpo, a Igreja” e o esposo dela; e essa autoridade Ele exerce por sua providência, nos acontecimentos da história, como Aquele “que tem a chave de Davi, que abre e ninguém fecha, e que fecha e ninguém abre”(Ap. 3.7); por seu Santo Espírito, produzindo impulsos íntimos nos indivíduos, distribuindo-lhes dons e chamando-os a serviços especiais; e outras vezes inspirando movimentos espirituais ou de reformas religiosas sadias; por sua Palavra escrita, na qual revelou os princípios básicos do governo e administração da Igreja, não cabendo a esta legislar senão nos detalhes que Ele foi servido deixar à nossa discrição. Esses princípios básicos quanto à forma de governo, aos oficiais de sua administração, à autoridade que os escolheu e aos Concílios que eles constituem, se acham suficientemente revelados nas Escrituras do Novo Testamento.

Reverendo Oséas Barreto Velasco

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Dia da Escola Bíblica Dominical

Não deixe que o sono te impeça de ser abençoado e aprender mais da palavra de Deus e se confraternizar com os irmãos. Passeio em comemoração pelo dia da EBD. Dia 16/09 às 07h30. Maiores informações Rosiane Moulin e Helio Moulin Curti Junior.

Festa de Missões 2012

Veja abaixo algumas fotos da nossa Festa de Missões 2012. Esta festa tem o objetivo de arrecadar ofertas para o envio de missionários da Igreja Presbiteriana.









Para ver fotos da Festa de Missões de 2010, clique aqui.
Para ver fotos da Festa de Missões de 2009, clique aqui.
Para ver fotos da Festa de Missões de 2008, clique aqui.
Para ver fotos da Festa de Missões de 2007, clique aqui.

domingo, 26 de agosto de 2012

Fotos do Aniversário da SAF

Veja algumas fotos do culto de aniversário da SAF (Sociedade Auxiliadora Feminina) de nossa Igreja, no último dia 24 de agosto.







terça-feira, 21 de agosto de 2012

Afinal de contas, quem é o aniversariante?

Afinal de contas, quem é o aniversariante?

A princípio o aniversariante é a organização do Ponto de Pregação que hoje completa 5 anos de muitos que virão. Entretanto, o trabalho é composto por pessoas. Sendo assim, não temos um aniversariantes, mas vários. Cada qual com o seu tempo de serviço em prol deste Ponto de Pregação.

São crentes de todas as idades, homem, mulher, adolescente e criança. Essa pessoas têm diferente formações e atuam em diferentes áreas profissionais. São crentes com metas de vida diferente em alguns casos. Gente que sonha diferente. Uns são de origem rural e outros de origem urbana. Há os aposentados, pensionista e estudantes. São pais, avós, filhos, netos e irmãos. Casados e solteiros. Tem gente emprestada de outras igrejas que vieram contribuir para o progresso do trabalhona lida diária. Gente que não tem medo de perder espaço para os novos que se chegam para trabalhar de verdade. Somos diferentes em muitas coisas, porém é preciso dizer que temos um mesmo objetivo que é a proclamação do evangelho de Jesus Cristo neste bairro.

Também somos os aniversariantes! Para cada um desses irmãos, os nossos cumprimentos. Parabenizamos a todos, pois fazem parte de uma história vitoriosa e que omeçou na cruz de Cristo. Agradecemos o apoio da Igreja-mãe, dos pastores que supervisionaram e supervisionam esse trabalho. Agadecemos aos irmãos que deram a idéia que resultou no início deste santo projeto. 

Acima de tudo, agradecemos a Deus que aprovou este santo projeto que completa 5 anos de existência. Por causa de sua provisão, continuamos anunciando o evangelho e, em nossas necessidades, tem dado mais do que preisamos para o seu crescimento e fortalecimento.

Seminarista Márcio Coelho da Silva

domingo, 12 de agosto de 2012

Dia dos Pais, como tudo começou ...

DIA DOS PAIS, COMO TUDO COMEÇOU...

Ao que tudo indica, o Dia dos pais tem uma origem bem semelhante ao Dia das mães, e em ambas as datas a idéia inicial foi praticamente a mesma: criar datas para fortalecer os laços familiares e o respeito por aqueles que nos deram a vida.

Conta a história que em 1909, em Washington, Estados Unidos, Sonora Louise Smart Dodd, filha do veterano da guerra civil, John Bruce Dodd, ao ouvir um sermão dediado às mães, teve a idéia de celebrar o Dia dos Pais. Ela queria homenagear seu próprio pai, que viu sua esposa falecer em 1898 ao dar a luz ao sexto filho, e que teve de criar o recém-nascido e seus outros cinco filhos sozinho. Algumas fontes de pesquisa dizem que o nome do pai de Sonora era William Jackson Smart, ao invés de John Bruce Dodd.

Já adulta, Sonora sentia-se orgulhosa de seu pai ao vê-lo superar todas as dificuldades sem a ajuda de ninguém. Então, em 1910, Sonora enviou uma petição à Associação Ministerial de Spokane, cidade localizada em Washington, Estados Unidos. E também pediu auxílio para uma Entidade de Jovens Cristãos da cidade. O primeiro Dia dos Pais norte-americano foi comemorado em 19 de Junho daquele ano, aniversário do pai de Sonora. A rosa foi escolhida como símbolo do evento, sendo que as vermelhas eram dedicadas aos pais vivos e as brancas, aos falecidos.  

A partir daí a comemoração difundiu-se da cidade de Spokane para todo o estado de Washington. Por fim, em 1924, o presidente Calvin Coolidge, apoiou a ideia de um Dia dos Pais nacional e, finalmente, em 1966, o presidente Lyndon Johnson assinou uma proclamação presidencial declarando o terceiro domingo de Junho como Dia dos Pais nos EUA. No Brasil, comemoramos no 2º domingo de Agosto.

Adaptado por Seminarista Márcio Coelho da Silva

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

A necessidade de um avivamento espiritual - Debate em 26/08

A necessidade de um avivamento espiritual

No domingo, 26 de agosto, às 09 horas, debateremos em nossa Escola Dominical o tema "A necessidade de um avivamento espiritual", com base em uma mensagem do Rev. Hernandes Dias Lopes.  No link abaixo você pode ouvir ou baixar o audio da mensagem. Ouça e prepare-se para o debate. Participe conosco.

http://hernandesdiaslopes.com.br/podpress_trac/web/2901/0/2012-03-04_Hernandes_Lucas_c24-v49.mp3

domingo, 5 de agosto de 2012

Dia do Presbítero

DIA DO PRESBÍTERO

Hoje dia 05 de Agosto, é comemorado o dia do presbítero pelas  Igrejas Presbiterianas espalhadas pelo Brasil. É uma justa homenagem. Ela não pode passar em branco. Nossos jovens precisam desde já entender a nobreza deste ofício. Na Igreja Presbiteriana do Brasil, este ofício deve ser exercido por homens piedosos e qualificados para a tarefa. Esses são os critérios que hoje a membresia de nossas igrejas locais utilizam para escolher os homens que vão liderá-los por um determinado tempo. Este pode ser reeleito para o ofício a cada 5 anos. Aos presbíteros que serviram a uma igreja local por 25 anos, a membresia pode lhe conferir um outro título. O título de presbítero emérito. Nossa denominação reconhece aqueles que demonstraram zelo enquanto exerciam o mandato de presbítero. O exercício do presbiterato é tão nobre, que até a Bíblia sagrada faz referência a ele. Veja:

Rogo, pois, aos presbíteros que há entre vós, eu, presbítero como eles, e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e ainda co-participante da glória que há de ser revelada: pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por constrangimento, mas espontaneamente, como Deus quer; nem por sórdida ganância, mas de boa vontade; nem como dominadores dos que vos foram confiados, antes, tornando-vos modelos do rebanho. Ora, logo que o Supremo Pastor se manifestar, recebereis a imarcescível coroa da glória (1Pe 5.1-4).

Nossa palavra de gratidão a esses dedicados servos de Deus os quais têm, ao lado dos pastores, a responsabilidade pela liderança e supervisão espiritual do rebanho do Senhor. Os pastores contam com a valiosa ajuda desses dedicados irmãos na liderança, no cuidado pelas ovelhas do Senhor, na administração dos interesses da igreja e no enfrentamento das dificuldades e desafios.

Nossa palavra é sempre de incentivo aos presbíteros para que, a cada dia, sejam, juntamente com seu pastor autênticos cuidadores do rebanho que Deus tem nos dado. O apóstolo Pedro nos lembra essa tarefa comum: cuidar do rebanho de Deus que nos tem sido confiado. O rebanho, portanto, pertence ao Senhor, e a Ele prestaremos contas desta responsabilidade. O apóstolo Paulo nas suas recomendações aos presbíteros de Éfeso (At 20.28) dizia: “Atendei por vós e pelo rebanho...”, lembrando a importância e a necessidade do cuidado pessoal para que, empenhados nessa tarefa, não viessem a fracassar na vida pessoal.

Que nossos jovens sejam despertados pelo Senhor, dono dessa Seara, para que se preparem a fim de que um dia tenham as qualificações desejadas para ocupar com dignidade o presbiterato, suprindo assim as necessidades da igreja da qual é membro. Quanto à Igreja, jamais deixe de investir na qualificação desses jovens, aliás, não só na qualificação, devemos mortrar-lhes que para ocupar essa posição, tem que ser homem piedoso.

Seminarista Márcio Coelho da Silva






Blog da Igreja Presbiteriana Central de Senador Camará - http://ipcentralcamara.blogspot.com