domingo, 10 de abril de 2011

Doutrina da Igreja Presbiteriana do Brasil - Parte 2

DOUTRINA DA IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL

As 5 doutrinas distintivamente Presbiterianas:

1. A sabedoria de Deus
Esta é a pedra fundamental da fé Presbiteriana. A doutrina que se dá o maior respeito. A doutrina da soberania divina mostra que Deus é o Senhor de tudo. Governa tudo. Tudo saiu das suas mãos criadoras. Tudo é de Deus. E Ele reina sobre tudo. Tudo está sob o seu controle. Nada o surpreende. Nada o limita, nada o detém, nada se lhe antecipa, tudo acontece na hora própria. Deus é soberano na criação, na providência e na salvação (At. 4.24; I Tm. 6.15; AP. 1.5).

2. A predestinação
É uma doutrina que decorre da anterior. São gêmeas. Como soberano e todo poderoso, Deus é Onisciente, Onipotente, Onipresente. Esses três atributos lhe permitem decretar e conhecer o que acontece. Para Deus não há presente, passado e nem futuro, mas tudo é um eterno presente. Esta é a doutrina que nos ensina que Deus nos escolheu para salvação antes da fundação do mundo e que Deus tem um povo eleito e só serão salvos os eleitos (expiação limitada) (Ef. 1.4,5,11; Rm. 8.29-30,33; MT. 24.22, 24, 31).

3. A Salvação pela graça
Cremos que a salvação é iniciativa de Deus, não do homem (Não são as obras dos homens quem os salvam. Eleição incondicional), mas são salvos para as boas obras (Ef. 2.8-10), salvação é dom imerecido – é dádiva de Deus (Rm. 6.23). Salvação não depende do homem, mas de Deus, porque é obra exclusiva de Deus. Ao homem compete aceitar, receber a salvação de Deus quando ouve o chamado pela palavra de Deus. Salvação inicia em Deus e termina em Deus. Estou plenamente certo de que aquele que começou a boa obra em vós há de completá-la até ao dia de Cristo Jesus (Ef. 1.6).

4. A perseverança dos Santos
Esta é uma doutrina muito cara ao presbiterianismo. Não é aceita por todos os grupos evangélicos. A base da doutrina está na convicção de que Deus não muda. A criatura por Ele salva, não pode, depois, ser condenada. Também está intimamente ligada à obra redentora de Cristo. Uma vez redimido o homem, ainda que continue a errar, está redimido para sempre. Quem diz que a redenção é definitiva é o Senhor Jesus (Jo 6.37, 10; 28-29)

5. O governo representativo
A IPB adota governo representativo, por entender que o governo representativo é de origem divina instituída por Deus, reinstalando na Igreja Cristã primitiva (At. 20.17-35, I Tm. 3.2-7) e redescoberto por João Calvino. O governo é exercido por Presbíteros (docentes e regentes) (Gm. 3.18; Nm. 11.16-17). Toda autoridade na IPB é conferida pela livre manifestação da vontade dos fiéis, mediante voto.

Rev. Oséas Barreto Velasco

37 comentários:

Mirian Moraes disse...

Reverendo, tem uma coisa que eu não entendo. E que entra em conflito na minha mente. A parte que fala da perseverança dos santos.(...)"Uma vez redimido o homem, ainda que continue a errar, está redimido para sempre." ei que Deus é imutável e não falha. Mas, na Bíblia fala que só alcançará a salvação aquele que se arrepender dos seus pecados e deixa-los (ou seja, este alcançará a misericórdia de Deus), veja: "se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra"(2 Crônicas 7:14). é preciso haver uma entrega então por parte do individuo. E há outra passagem que diz sobre ser salvo pela obediência a Deus (Deuteronômio 30:15-16 e Romanos 13:1-2), sendo assim, acredito que a pessoa que voltou a errar se não se voltar a Deus, não pode ser salva, pois foi ela que mudou o seu caminho e não Deus. Deus dá o livre arbítrio (Is. 66.3). Cabe a nos seres humanos escolhermos, o bem ou o mal.

Forte Abraço.
Aguardo resposta!
Mirian Moraes
e-mail: mirianmoraessousa@gmail.com

Anônimo disse...

ai tbm achei essa citação meio confusa, então quer dizer que os irmão que já são salvos podem, matar, roubar e estuprar que mesmo assim estarão salvos? não isso e um absurdo com todo respeito, não quer dizer que já somos salvos e sim que devemos servir ao senhor até o ultimo dia, pois sera na vinda dele que seremos salvos. aqui neste mundo estamos sujeitos a tudo!!

Anônimo disse...

Reverendo não encontrei na bíblia as passagens (Jo 6.37, 10; 28-29).
meu E-mail é sandowe@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Predestinado a salvação também o é para a santificação. Rom 8.30

Anônimo disse...

Nossa que absurdo!Eles precisão buscar a interpretação de Deus.Predestinação é desculpa para pecar!

Vander Rodrigues disse...


Então, com essa definição em mente, pode um cristão perder a salvação? Talvez o melhor jeito de responder a essa pergunta tão crucial seja examinar o que a Bíblia diz que acontece no momento da salvação e estudar o que perder a salvação significaria. Aqui são alguns exemplos:
Um cristão é uma nova criação . “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; {criatura; ou criação} as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas” (2 Coríntios 5:17). Esse versículo está falando de uma pessoa se tornando uma criatura completamente nova como resultado de estar “em Cristo”. Para um cristão perder salvação, a nova criação teria que ser cancelada e revertida.
Um cristão é redimido. “sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula” (1 Pedro 1:18-19). A palavra “redimido” (resgatado) se refere a uma compra sendo feita, um preço sendo pago. Para um cristão perder a salvação, Deus mesmo teria que revocar a Sua compra pela qual pagou com o precioso sangue de Cristo.
Um cristão é justificado. “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 5:1). “Justificar” significa “declarar justo”. Todo aquele que recebe a Jesus como Salvador é “declarado justo” por Deus. Para um cristão perder salvação, Deus teria que voltar com a Sua palavra e “des-declarar” o que tinha previamente declarado.
Um cristão tem a promessa da vida eterna. “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). A vida eterna é uma promessa de eternidade (para sempre) com Deus no Céu. Deus promete: “acredite e você terá vida eterna”. Para um cristão perder salvação, a vida eterna teria que ser retirada. Se um cristão tem a promessa de que viverá para sempre, como então Deus pode quebrar essa promessa e retirar a vida eterna?
Um cristão tem a garantia da glorificação. “E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou” (Romanos 8:30). Como aprendemos em Romanos 5:1, a justificação é declarada no momento de fé. De acordo com Romanos 8:30, a glorificação é garantida a todos que Deus justifica. Esse termo se refere a um cristão recebendo um corpo de ressurreição perfeito no Céu. Se um cristão puder perder a salvação, então Romanos 8:30 está errado porque Deus não pode garantir a glorificação para todo aquele que Ele predestinou, chamou e justificou.

leuza disse...

Pastor,tenho muito conflito em minha mente a respeito, se a biblia sagrada e unica regra de fe e pratica em nossas vida, porque entao nao comprimos os 10 mandamentos. Se deixarmos de cumprir 1 ja adulteramos todos, A minha pergunta e porque nao temos o sábado para culturar e louvar a Deus e para nosso descanso, como manda a lei de Deus?...

Anônimo disse...

Mas o justo viverá pela fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele.

Hebreus 10:38

Walter Sasse disse...

Obrigado pelo esclarecimento, Rev. Oséas Barreto Velasco

Anônimo disse...

Deus não põe uma plaquinha em quem é de fato salvo. Se alguem segue uma religião e continua a praticar crimes, com certeza é so da boca para fora, e isso Deus vê. Acho que o pastor se refere aos pecadilhos inevitáveis que, ninguem pode evitar por completo. A intenção de servir a Deus permenece, apesar de sermos imperfeitos.

Jefferson Rodrigues disse...

A salvação é pra todo o que crê, a bíblia diz que Deus não faz acepção de pessoas (escolha/diferença)! Jesus disse que todo o que cresse e fosse batizado seria salvo... o batismo sempre foi realizado por imersão e não aspersão, o próprio Jesus foi batizado no rio jordão, e "ao sair da água" veio sobre ele o Espírito-Santo... notem que Jesus "saiu" da água, então ele mergulhou! O eunuco batizado por Filipe disse "aqui tem água, o que me impede de ser batizado? " foi batizaro no rio... Deus amou o "mundo" de tal maneira que nos deu seu filho a morrer por nós! A bíblia não diz que ele amou predestinados, mas amou o "mundo", " todos"! Todos nós devemos ir a Deus com coração sincero e arrependido... predestinação ê mentira do diabo pra que muitos desistem da salvação, pra que muitos não alcancem essa graça! CUIDADO! !!

raoni emilio disse...

"Eu lhes dou a vida eterna;jamais perecerão, e ninguem as arrebatará da minha mao". João 10—28. O salvo pode ate se desviar mais vao ter um determinado momente de sua vida que se arrependera pedira perdao e voltara para os caminhos doS Senhor.

Valeria Baccili disse...

Caro rev., tenho uma questao, se todos sao predestinados a salvaçāo ou perdiçāo, de que vale a conduta do individuo? De vale a propria igreja? Bastaria seguirmos nossos sentimentos imediatos. A conversao e o arrependimento tambem perdem importancia.

Angelo Silva disse...

Posso até parecer "ignorante" com minha colocação, mas se seguirmos a Predestinação, o evangelismo e as missões transcultural se tornam em vão.
Pensamos nos milhares de missionários "doando" suas vidas para levar a Palavra de Deus a um povo que NÃO está "predestinado" a salvação. Dessa forma seria em vão esse tão lindo trabalho de missões, orientando pelo próprio Senhor Jesus em Marcos 16:16 ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura quem crê e for batizado será salvo.
Deus predestinou a queda de Adão e Eva ??? Acredito que não, foi mal uso do direito de escolha - livre arbítrio.
A doutrina da Predestinação abre precedentes para outros conflitos com a Palavra de Deus.
Para seguir a predestinação teremos que desconsiderar algumas palavras nos ensinamentos do Senhor Jesus.
Prefiro crer no Direito de Escolhas, pois DEUS criou Seres Humanos racionais e não robôs.

Cristiane Marques disse...

não sou nenhuma filosofa e nem tenho teologia...mas se pensarmos um pouquinho...logo entenderemos que...se cremos que Deus é uni ciente, uni potente e uni presente...logo concluimos que Ele de tudo sabe...inclusive de quem será salvo, ou quem ira para o inferno...ou seja ele ja sabe quantos será salvo...ele já sabia desde antes de vc nascer...isso não seria uma predestinação...e logo tb concluimos q Ele tb já sabia q eva e adão pecariam...sendo diferente, Ele não seria uni presente, uni ciente...

Arce disse...

Verdade !!!

Pamela Fernandes disse...

A salvação temos que buscar diariamente... Em 1 João 3:3-9 Diz que:

3 E todo aquele que tem essa esperança em Cristo purifica-se a si mesmo, assim como Cristo é puro. 
4 Quem peca é culpado de quebrar a lei de Deus, porque o pecado é a quebra da lei.
 5 Vocês já sabem que Cristo veio para tirar os pecados e que ele não tem nenhum pecado.
6 Assim, quem vive unido com Cristo não continua pecando. Porém quem continua pecando nunca o viu e nunca o conheceu.
7 Meus filhinhos, não deixem que ninguém os engane. Aquele que faz o que é correto é correto, assim como Cristo é correto.
 8 Quem continua pecando pertence ao Diabo porque o Diabo peca desde a criação do mundo. E o Filho de Deus veio para isto: para destruir o que o Diabo tem feito.
 9 Quem é filho de Deus não continua pecando, porque a vida que Deus dá permanece nessa pessoa. E ela não pode continuar pecando, porque Deus é o seu Pai.

Pamela Fernandes disse...

A salvação devemos buscar diariamente, vivendo em santidade, para Deus não existe pecadinho ou pecadão, tudo é PECADO.
Em 1 João 3:3-9 fica claro...

3 E todo aquele que tem essa esperança em Cristo purifica-se a si mesmo, assim como Cristo é puro. 
4 Quem peca é culpado de quebrar a lei de Deus, porque o pecado é a quebra da lei. 
5 Vocês já sabem que Cristo veio para tirar os pecados e que ele não tem nenhum pecado.
6 Assim, quem vive unido com Cristo não continua pecando. Porém quem continua pecando nunca o viu e nunca o conheceu.
7 Meus filhinhos, não deixem que ninguém os engane. Aquele que faz o que é correto é correto, assim como Cristo é correto.
8 Quem continua pecando pertence ao Diabo porque o Diabo peca desde a criação do mundo. E o Filho de Deus veio para isto: para destruir o que o Diabo tem feito.
9 Quem é filho de Deus não continua pecando, porque a vida que Deus dá permanece nessa pessoa. E ela não pode continuar pecando, porque Deus é o seu Pai.

Rhode Murback Bravo disse...

Muito Obrigada por resumir as Doutrinas da Igreja Presbiteriana do Brasil,compiladas por Calvino a partir das Escrituras .

José Rubens Medeiros disse...

Em primeira abordagem, Calvinismo, a rigor, NÃO EXISTE. Aliás, a rigor ou sem rigor, Calvinismo NÃO EXISTE. E não existe porque o próprio francês Calvino CONFESSA em seu ajuntamento de palavras chamado 'Institutas' que ele ESCREVEU BASEANDO-SE INTEIRAMENTE NOS "ENSINAMENTOS"(sic) de um Padre Católico-Romano conhecido como Agostinho de Hipona. Aliás, Calvino faz as maiores mesuras em relação a esse Padre Agostinho, chamando-o por adjetivos como "SANTO", "SANTO HOMEM" etc. etc. Portanto, Calvino, não teve nem mesmo originalidade, eis que "sua doutrina" não é sua doutrina, mas doutrina ou tese do Padre Agostinho. Segue-se que, por maiúscula lógica, as pessoas que se rotulam de "calvinistas" deveriam rotular-se (considerando que apreciam tanto esses rótulos) de "AGOSTINIANISTAS" ou algo símile. E uma curiosidade impressionante: O gaulês João Calvino (aquele mesmo que, "piedosamente" queimou vivo Miguel Serveto), não obstante "inspirando-se" nos escritos do Padre Católico-Romano Agostinho, apregoa em grandes letras no livro 'Institutas' que a Organização Religiosa Católico-Romana representa, entre outros adjetivos por ele utilizados, ASQUEROSA MERETRIZ.

José Rubens Medeiros disse...

Com relação à SALVAÇÃO (ao mistério da salvação), para se saber como ela se processa, não entendo por que as pessoas se enveredam por "teses matemáticas", fórmulas de pretensiosa "erudição" etc., se a Palavra de Deus torna tudo claro aos olhos da criatura, imagem e semelhança d'Ele. Há inúmeras passagens bíblicas (não apenas essa citada pelo autor do vídeo em Efésios) segundo as quais para alcançar a salvação é necessário CRER NO SENHOR JESUS. Portanto, "CRÊ NO SENHOR JESUS E SERÁS SALVO, TU E TUA CASA". Nem vou citar os inúmeros outros versículos e pergunto: NÃO BASTA CRER NO SENHOR JESUS? Seria necessária essa "sanha" de paráfrases audaciosamente feitas com a Bíblia? Não é maravilhosamente sensato cumprir o que na Bíblia está determinado por Deus, por Jesus, pelo Espírito Santo? Outro exemplo: "IDE POR TODO O MUNDO E PREGAI O EVANGELHO A TODA CRIATURA. QUEM CRER, SERÁ SALVO..." Ou, como néscios, enveredaríamos por cidades e países "missionarescamente"(sic) pregando NÃO O EVANGELHO, mas "PREGANDO A PREDESTINAÇÃO CALVINISTA, DIGO, AGOSTINIANISTA"?!

José Rubens Medeiros disse...

A propósito, sabiam que João Calvino "exorta" pessoas a "PREGAREM A PREDESTINAÇÃO"?! Por inacreditável que pareça, isso está escrito "solenemente" no ensaio literário conhecido como 'Institutas'.

Para todas as pessoas (pouquíssimas!) que já se detiveram nos escritos do João Calvino, hão de ter ficado muitíssimo perceptíveis as flagrantes e gritantes distorções bíblicas por ele cometidas e, no entanto, "aplaudidas" por seus seguidores, os quais se rotulam de "calvinistas", embora rotineiramente OMITAM TUDO O QUE POSSA SER ALGO "COMPROMETEDOR" A RESPEITO DESSE FRANCÊS. E eu enfatizo: SÃO MUITAS AS OMISSÕES PROPOSITAIS DE CALVINISTAS A RESPEITO DE JOÃO CALVINO, tanto como doutrinador, quanto como homem símile a qualquer outro, sujeito às mesmas paixões. Se você quiser conhecer essa tese calvinista, não se deixe influenciar por discursos de quem quer que seja. Leia os livros-teses de João Calvino, principalmente aquele chamado de "Institutas" e prepare-se para estarrecimentos após estarrecimentos. Use sua própria capacidade de raciocínio e compreensão que DEUS LHE DEU, ou seja, leia o livro "Institutas" e tenha à mão a Palavra de Deus (Bíblia), imitando os habitantes de Beréia e provendo-se de santa prudência, tendo fixo na mente que AS COISAS ESPIRITUAIS SE DISCERNEM ESPIRITUALMENTE; JAMAIS, INTELECTUALMENTE OU "TEOLOGICAMENTE"; JAMAIS, POR OUVIR INFLAMADOS ESTARDALHAÇOS DE APOLOGIA; JAMAIS, POR ANÉIS DE GRAU ORNAMENTANDO DEDOS.

José Rubens Medeiros disse...

Se você eventualmente discorda da tese da predestinação, sabe o que o francês Calvino diria a seu respeito? QUE VOCÊ É UM CÃO IMUNDO, UM PORCO, UM SUÍNO. Estas palavras constam "solenemente" no seu conjunto de escritos que ele intitulou de "Institutas da Religião Cristã".

José Rubens Medeiros disse...

Sabiam que o gaulês João Calvino, no mesmo livro cuja autoria se arroga (mas que, na verdade, é uma paráfrase aos escritos do Padre Agostinho), "revogou" algumas passagens da Bíblia? Ele diz e afirma e assevera que os dizeres maravilhosos do Livro de Tiago 5:14-18 "NÃO SE APLICAM AOS NOSSOS DIAS"!!

José Rubens Medeiros disse...

Não obstante os assim chamados calvinistas ISSO OMITAM COM FERROLHOS, João Calvino define com "maestria"(sic) a predestinação, dizendo que "o homem ou a vontade humana é como um CAVALO que pode ser montado por Deus ou pelo diabo...". Em outras palavras, segundo a ótica e a "doutrina"(sic) do huguenote Calvino, o ser humano (a vontade humana) não passa de uma cavalgadura ou montaria eqüídea!! A propósito, NENHUM CALVINISTA (ao que eu saiba) PREGADOR OU LÍDER DE QUALQUER DENOMINAÇÃO RELIGIOSA QUE ADOTA ESSAS TESES (TESES) TEM O DESTEMOR DE ISSO DIZER EM ALTO E BOM SOM DURANTE SUAS PRÉDICAS SOLENES, DIANTE DE GRANDE AUDIÊNCIA OU DE MACIÇA PRESENÇA DE PESSOAS. Por quê? Aliás, NÃO APENAS ESSA NUANÇA É OMITIDA, MAS VÁRIAS OUTRAS RELACIONADAS ÀS TEORIAS DO GAULÊS CALVINO. Por quê? Por que calvinistas ocultam variantes das idéias de Calvino, expostas em livro chamado 'Institutas'?

José Rubens Medeiros disse...

Outro triste exemplo de facetas propositadamente omitidas pelos calvinistas diz respeito à afirmação ou à assertiva de João Calvino dando conta de que ele teria feito uma "parceria"(sic) com Deus com o fim de escrever o livro 'Institutas', declarando que essa "obra-prima"(sic) "é mais de Deus do que de mim próprio"(sic). Vejam o tamanho dessa ABSURDEZA proferida por João Calvino! Enquanto a Bíblia (A BÍBLIA) foi escrita por homens INSPIRADOS por Deus, o livro 'Institutas' foi construído por UM HOMEM "em parceria"(sic) com Deus!!! E mais: Calvino afirma que PARA SE TER CORRETA E CABAL COMPREENSÃO DA BÍBLIA É IMPRESCINDÍVEL QUE SE LEIA, ANTES, SEU LIVRO CHAMADO 'INSTITUTAS'!!! Por inacreditável que isso possa parecer, ESTÁ ESCRITO NO PREFÁCIO DO CITADO LIVRO, COM TODAS AS LETRAS!!!

José Rubens Medeiros disse...

Para João Calvino e seus partidários, NÃO EXISTE SALVAÇÃO; existe ELEIÇÃO PRÉVIA, ANTES QUE O MUNDO FOSSE MUNDO, DESDE A ETERNIDADE. Para João Calvino, NÃO EXISTE FUTURO; o futuro é algo apenas aparente, completamente ilusório, pois que TODAS AS COISAS (absolutamente todas as coisas) JÁ FORAM OU JÁ ESTÃO CONSUMADAS. Você ou qualquer pessoa JÁ NASCEU IMERECIDAMENTE ELEITO PARA O CÉU OU POR SUA PRÓPRIA CULPA CONDENADO PARA MORAR EM ALGUM RECANTO DO INFERNO PARA SEMPRE, embora ISSO, EVIDENTEMENTE, NÃO ESTEJA DESSE MODO ENSINADO NA BÍBLIA.

Para João Calvino e seus simpatizantes, uma criança com três meses de gestação uterina JÁ TEM SEU DESTINO PREVIAMENTE TRAÇADO: ELEIÇÃO PARA O CÉU OU CONDENAÇÃO PARA O INFERNO! Se essa criança com três meses de gestação uterina MORRER NO VENTRE DA MÃE, seu destino permanece o mesmo, isto é, CÉU ou INFERNO. Com outras palavras, para Calvino e seus correligionários, TODA PESSOA JÁ NASCE ELEITA PARA O CÉU (VIDA ETERNA SEM VONTADE LIVRE E SEM MERECIMENTO ALGUM) OU PREDESTINADA (CONDENADA POR SUA PRÓPRIA "CULPA" OU PLENO "MERECIMENTO") PARA O INFERNO INFINDÁVEL. Repito: salvação SEM merecimento, mas condenação por CULPA EXCLUSIVA DO HOMEM!!

José Rubens Medeiros disse...

Para esclarecer o episódio (triste) de Miguel Serveto: Os partidários de João Calvino omitem o fato incontestável e documentado de que ele (João Calvino) ordenou ou pactuou ou influenciou na morte de MIGUEL SERVETO (Médico, Teólogo, Filósofo, Cidadão, Ser Humano), que foi QUEIMADO VIVO, amarrado a uma estaca, envolvido por madeira verde. Sabem qual foi o crime ou a barbárie protagonizada por MIGUEL SERVETO? NENHUM(A)! Ele simplesmente expressou seu livre pensar, manifestou entendimento algo diferente de Calvino no que se refere à doutrina da Trindade. A partir disso, Calvino, que TROCAVA CONSTANTES CORRESPONDÊNCIAS (CARTAS) COM MIGUEL SERVETO, PEDINDO A ELE SUA OPINIÃO SOBRE A TESE QUE DESENVOLVIA ('Institutas'), passou a odiá-lo, a ameaçá-lo e, segundo registros, chegou a declarar que "SE SERVETO FOSSE A GENEBRA, DE LÁ NÃO SAIRIA VIVO"... A propósito, foi erguida uma ESTÁTUA NA FRANÇA EM HOMENAGEM A MIGUEL SERVETO, CONTENDO INSCRIÇÕES QUE FAZEM EXPRESSA REFERÊNCIA À COVARDIA DE JOÃO CALVINO e seus companheiros de Genebra (Suíça).

José Rubens Medeiros disse...

Observem (observar no sentido de ler as teorias do próprio huguenote Calvino; e ler os quatro volumes do livro chamado 'Institutas da Religião Cristã', não se limitando a ouvir a opinião isolada e tendenciosa de pessoas que se têm a si mesmas como detentoras da "palavra final") que, NA ÓTICA DESSE CIDADÃO FRANCÊS, LIVRE-ARBÍTRIO SÓ EXISTE PARA QUEM TEM ENDEREÇO NO INFERNO. Com outras palavras, o eleito (de acordo com o discurso de Calvino) é eleito imerecidamente, pela graça "irresistível", sem qualquer oportunidade de escolha ou de exercício de vontade; enquanto que o réprobo ou ímpio ou maldito ou predestinado para a eterna separação de Deus (EMBORA PREDESTINADO: REPITO, EMBORA PREDESTINADO) ver-se-á frente a frente com tal realidade existencial "POR SUA PRÓPRIA E EXCLUSIVA CULPA"(sic), "POR SEU PRÓPRIO ESFORÇO"(sic) ou seja, INESCUSÁVEL OU INDESCULPÁVEL. Afinal, que "Livre-Arbítrio"(sic) unilateral ou tendencioso ou conduzido seria esse? Percebam o "niilismo" precisamente em razão de NÃO SER POSSÍVEL ENCONTRAR HARMONIA ENTRE OS ENSAIOS OU AS TESES OU AS TEORIAS DO GAULÊS CALVINO E A INTEIREZA DA PALAVRA DE DEUS.

José Rubens Medeiros disse...

Alguém já experimentou pedir a um Ministro de orientação calvinista (ou melhor, agostinianista) que ore em favor da SALVAÇÃO de um filho que rejeita veementemente o Evangelho, que está envolvido com DROGAS, que TRAFICA DROGAS, que PRATICA ROUBOS, que repetidamente ESTÁ ENCARCERADO etc.? Se o Ministro em questão de dispuser a "orar pela salvação"(sic) de seu filho, ele certamente, em o fazendo EM VOZ ALTA (com transparência), terá de dirigir a Deus ROGOS NO SENTIDO DE QUE O DECRETO DA ELEIÇÃO REALIZADO ANTES DA FUNDAÇÃO DO MUNDO SEJA "ALTERADO" PARA QUE ESSE FILHO ERRANTE SEJA NELE INCLUÍDO!!! Outra alternativa seria que esse calvinista (ou melhor, agostinianista) dissesse à pessoa que pediu a oração a seguinte frase: "NÃO SE PREOCUPE, PORQUE SE SEU FILHO FOR ELEITO, A UM CERTO E DETERMINADO MOMENTO DA VIDA ELE VAI SER DESPERTADO". E ainda uma terceira alternativa seria, na oração, dizer a Deus: "SENHOR, MOSTRA OU REVELA A ESSA PESSOA E A ESTE TEU MINISTRO SE O FILHO DELA FAZ OU NÃO FAZ PARTE DA RELAÇÃO DAQUELES QUE, COMO EU, FORAM ELEITOS ANTES DA FUNDAÇÃO DO MUNDO, PARA QUE NÃO PERCAMOS TEMPO EM SÚPLICAS INEFICAZES".

José Rubens Medeiros disse...

Desculpem os que, livremente, pensam diferentemente. Revela-se de facílima, impressionante e lastimável percepção, e assim o declaro com igual e inquestionável liberdade de pensamento e de expressão, que o calvinismo é um rótulo sem sentido. O calvinismo deprime. O calvinismo é deprimente. O calvinismo deturpa a Bíblia. O calvinismo parafraseia a Bíblia. O calvinismo adapta a Bíblia. O calvinismo é vaidade pura, embora sequazes do francês queiram a todo custo sugerir o contrário teclando insistentemente na soberania de Deus. O calvinismo é coisa típica de homens. O calvinismo é invento de calvinistas. O calvinismo é modismo de pessoas que se converteram às apologias do cidadão que comandou o Conselho de Genebra. O calvinismo anula os incontáveis chamados Bíblicos, embora eles, calvinistas, sempre digam o contrário. O calvinismo inegavelmente é um dístico sem sentido. Obviamente, ninguém necessita ser "calvinista" para tornar-se cristão. Ninguém necessita fazer-se "calvinista" para ser salvo pelo SANGUE DO CORDEIRO DE DEUS. Ninguém necessita ser "calvinista" para mostrar-se elegante. Ninguém necessita ser "calvinista" para apresentar-se sábio. Ninguém necessita ser "calvinista" para obter sucesso ou êxito na vida. Ninguém necessita ser "calvinista" para COISA NENHUMA. Isso, claro, exclusivamente EM NOSSOS DIAS, ou seja, NOS DIAS ATUAIS, porque ao tempo de Calvino quem não se declarasse "calvinista" seria considerado herege, isto é, praticante de crime de heresia, e, por conseqüência, forçosamente e impiedosamente submetido a julgamento sumário, culminando com condenação por um Conselho espúrio e ridículo (sob a liderança ou influência de João Calvino) a morrer QUEIMADO AMARRADO A UMA ESTACA, exatamente como esse gaulês protagonizou em relação a um cristão respeitável chamado MIGUEL SERVETO, cuja estátua post mortem foi erguida na França, ao qual fora imputado o imperdoável e hediondo delito consistente em tão-somente haver, a pedido do próprio João Calvino, expressado seu ponto de vista em relação a determinados aspectos doutrinários integrantes das teses que Calvino pretendia transformar em "Institutas da Religião Cristã".

José Rubens Medeiros disse...

O calvinismo implica NÃO CRER NA BÍBLIA COMO UM TODO, implica NÃO CRER NO LIVRO DE TIAGO, capítulo 5, versículos 13 a 18, porquanto assim declara intrépida e "solenemente" o francês João Calvino em sua tese chamada "Institutas da Religião Cristã", da qual os calvinistas, em sua esmagadora maioria, nunca leram nem mesmo o prefácio.

José Rubens Medeiros disse...

O calvinismo implica uma mulher cristã que esteja grávida olhar para si mesma, lançar olhos para seu ventre crescido e perguntar-se se o que carrega no útero, pelo milagre da concepção, é um rebento COM A INEXTINGUÍVEL SEMENTE MALIGNA DE SATÃ ou um filho COM A IMUTÁVEL MARCA DA ELEIÇÃO. E, portanto, quer essa criança venha efetivamente a ser expelida do útero com vida, quer se torne um aborto, o calvinismo haverá de inevitavelmente implicar em completo emudecimento tanto da mãe quanto do pai, no que diz respeito àquela passagem bíblica segundo a qual OS FILHOS SÃO HERANÇA DO SENHOR E O FRUTO DO VENTRE O SEU GALARDÃO.

José Rubens Medeiros disse...

O calvinismo implica a total desesperança em termos de FUTURO, porque, segundo esse gaulês adepto da pena capital por fogueira em estaca, o futuro é apenas aparente, porque todas as coisas (sem exceção) já foram pela soberania de Deus absolutamente determinadas ou predeterminadas ou pré-formatadas ou predestinadas, e isso não apenas no que diz respeito à eleição, esta que, vez por outra, também é referenciada como sendo salvação.

José Rubens Medeiros disse...

O calvinismo implica a "canonização" de um mero e vaidosíssimo homem chamado João Calvino e tê-lo como uma espécie de guru, pragmática uniforme por parte das organizações religiosas que o veneram. A própria Confissão de Fé de Westminster constitui, em verdade, uma "Declaração de Fé em João Calvino", porque extraída INTEGRALMENTE dos escritos desse francês, resultado direto de antiga imposição do Parlamento da Inglaterra.

José Rubens Medeiros disse...

Nas próprias palavras de João Calvino, ser partidário da teoria calvinista equivaleria a rotular-se a si mesmo de quadrúpede eqüídeo ou, mais popularmente, de CAVALO que pode ser montado por Deus ou pelo diabo. E, acreditem ou não, isso está com todas as letras escrito no ensaio literário desse escritor francês, sob o rótulo de "Institutas da Religião Cristã".

José Rubens Medeiros disse...

Sem querer ser inconseqüente e (muito menos) sem o intento de denegrir gratuitamente a imagem de um ser humano (qualquer que seja ele), e ressalvando que respeito o cidadão João Calvino como meu semelhante (embora não o tenha conhecido pessoalmente, obviamente), acho no mínimo curiosa a maneira como ele se propunha a meditar na Palavra de Deus, de vez que, conforme se pode ler em sínteses biográficas, ele apreciava sentar-se às margens do Lago de Genebra, tendo em uma das mãos a Bíblia e na outra mão uma garrafa de vinho tinto. Logicamente que não estou dizendo que ele estava se embriagando, que ele era um alcoólatra etc. etc. O que estou claramente dizendo é que dificilmente (DIFICILMENTE) alguém poderia "meditar" na Palavra de Deus (Bíblia), lendo-a e, ao mesmo tempo, "sorvendo" goles e mais goles de vinho tinto. Imaginem, por exemplo, os pregadores ou líderes de nosso tempo, "ensinando" ou "adotando" tal pragmática de meditação espiritual...

Blog da Igreja Presbiteriana Central de Senador Camará - http://ipcentralcamara.blogspot.com